Aguarde...
Terça-feira, 09 de agosto de 2022       /popoeirapoesia

Degustação

Sobrevida

Nas ruas são cestas e cestas de lixo
Repletas, aguardando a coleta.
Nas casas são latas de lixo
Repletas, aguardando descerem às cestas.
Nos mercados são marcas e rótulos
Aguardando serem levadas para casa
E as sobras virarem lixo.
No campo, nas fábricas, nos armazéns
São produtos em construção
Aguardando virarem marcas e rótulos...

Nas ruas, cestas e cestas de lixo
Se transformam em bancas de feira
                           são mercados com sobras
                           são fontes de vida.
                                             vida?
                                             sobrevida?
                                             sofre vida,
                                             sofrida,
                                             demais!

Publicação em livros:
1) Anjo Único, publicado em novembro de 2003.
2) 5ª Coletânea de Poemas-Sonetos-Cordéis, publicado em março de 2022.

© direitos autorais registrados: CBL


Fique à vontade para enviar seu comentário.

Nome:
E-mail:
Cidade:
Comentário:

7 visitas desde de de .


Degustação apresenta textos que estão em desenvolvimento e que, portanto, podem ser alterados antes de sua publicação final.




Pó, Poeira, Poesia - um poema diferente por dia...      by Cléber Fontes 2019 © 2022