Era uma vez um dragão

(Para o João)

Quando eu era criança
Como bicho de estimação
Tinha por companheiro
Um filhotinho de dragão.

Embaralhava toda a casa
Deixava o quintal bagunçado
Pingando fogo e alegria
Tornava o dia agitado.

Um dia, por meu descuido
Fugiu pela cerca de trás
Foi mergulhar num riacho
E bebeu água demais.

Depois ao sair para secar
Surpresa, o que aconteceu:
Abriu sua boca a rugir
Mas o fogo não se acendeu.

No susto ele percebeu
Seu corpo ficando amarelo
Da cor do chão que pisava
Coberto de cogumelos.

Ainda um pouco confuso
Decidiu se sentar no gramado
Surpreendeu-se novamente
Por ficar esverdeado.

Foi então que o filhote
Deixando de ser um dragão
Percebeu que se transformou
Em um lagarto camaleão.

Embaralhava toda a casa
Deixava o quintal remexido
Pingando cor e alegria
Tornava o dia colorido.


Semana das Crianças 2023! (Poesia infantil para os adultos…)